domingo, 25 de janeiro de 2015

#DesafioInterno


Neste ano de 2015 nosso club começa a realiza mais ações voltadas para nossa comunidade em conjunto com o nosso distrito 4.500, desta vez a comissão interna de Fundação Rotária inicia-se a campanha local de arrecadação de fundos para doarmos a END PÒLIO NOW, que tem como objetivo principal de imunizar crianças contra a poliomielite e de crianças contra o sarampo. A vacina deve ser tomada contra a poliomielite por crianças entre seis meses e cinco anos de idade incompletos.

De inicio, a comissão interna do club Fundação Rotária, lança aqui o desafio entre os associados da confecção de um cofre para a arrecadação na campanha. Cada associado, usará de sua criatividade para confeccionar o cofre, finalizando o desafio e escolhido o melhor cofre por uma comissão local, assim, oficializaremos o cofre como principal meio de arrecadação para a campanha como também premiaremos o associado que criou o cofre. Portanto, corra e crie o seu.

Boa sorte a todos, 

Poliomelite
A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave e a única forma de prevenção é por meio da vacinação. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores. A doença é causada pelo poliovírus e a infecção se dá, principalmente, por via oral.Embora, atualmente, o Brasil esteja livre da paralisia infantil, é fundamental a continuidade das campanhas de vacinação, para evitar a reintrodução do vírus no país. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 10 países registraram casos de poliomielite em 2013 e 2014, sendo que três deles são considerados endêmicos (Paquistão, Nigéria e Afeganistão).

Sarampo
O sarampo é uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade do sarampo, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A única forma de prevenção também é por meio da vacina. Os últimos registros de contágio autóctone de sarampo no Brasil ocorreram em 2000. Em 2013 e 2014, foram registrados casos importados ou relacionados à importação, com concentração nos estados de Pernambuco e Ceará. No mundo, em 2014, foram registrados 160 mil casos da doença, de acordo com a OMS. Cabe ressaltar que, com o fluxo de turismo e comércio entre os países, o risco de importação do vírus é maior, por isso a importância da imunização.

Fonte:
Ministério da Saúde

Postar um comentário